Danielle Rauen treina em Piracicaba para os Jogos Parapan-Americanos

A mesatenista Danielle Rauen permanece até o próximo dia 15 de março no Centro de Treinamento da Fran TT, em Piracicaba, onde realiza a parte final de sua preparação física e técnica para disputar os Jogos Parapan-Americanos de Jovens, que acontece no período de 20 a 25 de março, no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, em São Paulo.

A atleta da equipe Fran TT/Café Morro Grande/Selam estará sob os cuidados do técnico piracicabano Paulo César Bueno de Camargo, que nos últimos três anos esteve à frente da Seleção Brasileira Paralímpica Andantes e comandou a atleta nas principais competições nacionais e internacionais do circuito mundial paralímpico, incluindo os Jogos Paralímpicos Rio 2016.

O treinamento em Piracicaba faz parte da estratégia da atleta que tem como objetivo a conquista da medalha de ouro na Classe 9 nos Jogos Parapan-Americanos de Jovens, que é a principal competição internacional para sua categoria neste início de temporada.

“Estou treinando forte desde o início de janeiro com foco voltado para esta competição. A cidade de Piracicaba é o lugar ideal para treinar porque aqui posso contar o trabalho do técnico Paulo Cesar Bueno de Camargo que foi o responsável pela conquista da minha medalha de bronze no Rio de Janeiro.”

A atleta acredita que o cenário atual favorece o seu desempenho, mas sabe que será preciso encarar todos os jogos com seriedade. “Em 2013, na Argentina, eu estava em minha primeira competição internacional e a ansiedade atrapalhou muito. Hoje, está tudo diferente, sou uma das favoritas da competição e tenho melhores condições para chegar até a medalha de ouro.” – disse Danielle.

Após essa primeira competição internacional de 2017, a mesatenista irá residir e treinar no Centro de Treinamento Paralímpico Brasileiro, em São Paulo, onde vai integrar a Seleção Brasileira Paralímpica Andantes para o próximo ciclo olímpico. “Tenho muitos desafios até chegar às Olimpíadas de Tóquio a começar com as demais competições do ano como o Parapan-Americano de Adultos e as etapas do Circuito Mundial. Enfim, tenho muito trabalho pela frente até o ano de 2020.” – finaliza Danielle.

O tênis de mesa paralímpico do Brasil participa dos Jogos Parapan-Americanos de Jovens como os seguintes atletas: Alex Pereira (Classe 9), Camila Ribeiro (Classe 3), Carlos Valério (Classe 8), David Neto (Classe 9), Guilherme Rocha (Classe 5), Gustavo Laskosky (Classe 7), Iolanda Maia (Classe 10), Lethicia Lacerda (Classe 7), Lucas Carvalho (Classe 10), Lucas Grilo (Classe 8), Maria Laura Freitas (Classe 3), Marlison Alfaia (Classe 6), Mateus Batista (Classe 4) , Melanie Burlamarqui (Classe 10), Paulo Henrique Fonseca (Classe 7) e Raiza Silva (Classe 5).

O CPB (Comitê Paralímpico Brasileiro) que é o responsável pela organização dos Jogos Parapan-Americanos de Jovens espera reunir cerca de mil atletas de mais de 20 países com idade entre 13 e 21 anos nas modalidades de tênis de mesa, atletismo, bocha, futebol de 5, futebol de 7, goalball, judô, halterofilismo, natação, basquete em cadeira de rodas, vôlei sentado e tênis em cadeira de rodas.

Crédito fotos: Fran TT Training Center

 

Assessoria de Imprensa

Fran TT Training Center /Café Morro Grande/Selam

Jornalista Edilson Rodrigues de Morais

(19) 99706.1470 / 99706.1570

er-morais@uol.com.br

www.frantt.com.br

Deixe uma resposta